Estado de NY sanciona lei que protege pacientes e profissionais que fizerem aborto

A governadora Kathy Hochul assinou nesta segunda-feira (13) uma legislação que protege pacientes que realizam abortos e profissionais médicos em Nova York de retaliação legal por outros estados que restringem o procedimento.

Cerca de 26 estados estão prestes a proibir o aborto se a Suprema Corte dos EUA derrubar Roe contra Wade, o caso de 1973 que o legalizou em todo o país.

Um projeto de opinião vazado pelo tribunal mostrou que sua maioria conservadora pretende eliminar o direito constitucional ao aborto. Uma decisão final nesse caso é esperada em breve.

A legislação de Nova York protege profissionais e pacientes de uma onda de novas leis antiaborto em alguns estados conservadores, liderados pelo Texas, que permitem que cidadãos processem qualquer pessoa que ajude ou seja cúmplice de um aborto.

A lei também permite que profissionais e clínicas de saúde e pacientes apresentem queixas contra qualquer pessoa que tente acusá-los.

A proposta ainda proíbe os tribunais estaduais de cooperar em ações civis ou criminais decorrentes de abortos que ocorrem legalmente em Nova York, e proíbe a aplicação da lei de cooperar com as investigações dos estados antiaborto sobre abortos em Nova York.

As medidas entram em vigor imediatamente.

“Hoje, estamos tomando medidas para proteger nossos profiionais de serviços das ações retaliatórias dos estados antiaborto e garantir que Nova York sempre seja um porto seguro para quem busca assistência médica reprodutiva”, disse a democrata Hochul em um comunicado.

Nova York, que há muito tem sido um paraíso para o acesso ao aborto, é um dos vários estados liberais que devem se tornar um destino mais frequente para pacientes que pretendem fazer aborto de fora do estado, à medida que mais estados proíbem a prática.

É um dos vários estados liderados por democratas que se moveram para proteger o acesso ao aborto este ano, enquanto estados conservadores se apressaram em contê-lo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui