Trio é preso suspeito de aplicar golpes e clonar cartões de crédito em Botucatu

Segundo a Polícia Civil, golpistas entravam em contato com vítimas se passando por funcionários de bancos com proposta de trocar cartão com problema. Prejuízo estimado é de R$ 500 mil. A Delegacia de Investigações Gerais de Botucatu (SP) prendeu nesta quinta-feira (3) três homens suspeitos de aplicar golpes e clonar cartões de créditos.
De acordo com a polícia, o filho de uma das vítimas localizou o carro usado pelos golpistas em um hotel da cidade e acionou a Polícia Militar.
Os homens foram presos em flagrante por estelionato, receptação, falsidade ideológica e associação criminosa. Eles entravam em contato com a vítima alegando serrem do banco responsável pelo cartão e que haviam identificado um problema e precisariam trocá-lo.
Um motoboy era enviado a casa da vítima para pegar o cartão, que era utilizado nos golpes.
Segundo o delegado responsável pelo caso, Geraldo Franco Pires, pelo menos seis vítimas registraram boletim de ocorrência em Botucatu, mas a polícia investiga se o trio aplicou o golpe em mais pessoas. O prejuízo estimado foi de R$ 500 mil.
Os suspeitos foram levados para Cadeia de Itatinga e devem passar por audiência de custódia nesta sexta-feira (4).
VÍDEOS: assista às reportagens da região
Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília.