Segunda etapa da 'fase de transição' começa neste sábado nas regiões de Bauru e Marília; veja o que muda


Medida segue a liberação gradual de alguns setores da economia durante a fase de transição do Plano São Paulo. Podem voltar a funcionar restaurantes, lanchonetes, salões de beleza, entre outros serviços. Calçadão da Batista de Carvalho na área central de Bauru
TV TEM/ Reprodução
A segunda etapa da “fase de transição” do Plano São Paulo, que fica entre a vermelha e a laranja, começa neste sábado (24) nas regiões de Bauru e Marília (SP). A medida segue a liberação gradual de alguns setores da economia permitida pelo Governo do Estado de São Paulo.
Desde o último dia 18, foi permitido o atendimento presencial em shoppings, lojas de ruas e atividades religiosas, seguindo os protocolos estabelecidos pelo plano estadual.
Agora, a partir deste sábado (24), restaurantes, lanchonetes, salões de beleza, barbearias, cinemas, teatros, museus, convenções, academias, clubes, centro esportivos e parques podem voltar a funcionar.
Bares não estão liberados para ter atendimento presencial, mas podem operar seguindo todas as regras de restaurantes, entre elas, público sentado e serviço de alimentos para acompanhar bebidas.
Todos os estabelecimentos precisam operar com horário e ocupação limitada, além de respeitar as medidas sanitárias para evitar novos contágios pela Covid-19.
SP terá fase de transição com reabertura de comércio; veja as mudanças
Ainda segundo o Governo do Estado de São Paulo, o toque de recolher das 20h às 5h, o escalonamento de horário na entrada e saída das atividades do comércio, serviços e indústrias e a orientação de teletrabalho para atividades administrativas não essenciais estão mantidos.
Em Bauru, a prefeitura publicou um decreto no dia 17 de abril, adequando a cidade às regras da fase de transição. O documento estabelece regras de funcionamento para as atividades comerciais e religiosas, restaurantes, salões de beleza, academias, entre outros serviços.
Ourinhos também publicou um decreto nesta sexta-feira (23) com as medidas da fase de transição. A cidade permitiu a abertura do comércio, shoppings centers, restaurantes, adegas, bares, lojas de conveniência, food trucks, academias, salões de beleza e academias.
A prefeitura de Jaú também aderiu à fase de transição e publicou um decreto nesta sexta-feira (23). Já Marília e Botucatu informaram que seguem integralmente o Plano São Paulo e não publicaram decretos específicos para os municípios.
O que muda:
Shoppings e lojas de rua funcionam desde o último domingo (18), com público limitado a 25% da capacidade total;
Cultos, missas e outras atividades religiosas coletivas também estão permitidos a ocorrerem desde o último domingo (18), com distanciamento e controle de acesso;
Restaurantes e lanchonetes podem ter atendimento presencial a partir deste sábado (24), das 11h às 19h, com 25% da capacidade total;
Bares não estão liberados para ter atendimento presencial, mas podem operar como restaurantes (público sentado, serviço de alimentos para acompanhar bebidas) – neste caso, devem seguir as regras de restaurantes;
Salões de beleza e cabeleireiros podem ter atendimento presencial a partir deste sábado (24), das 11h às 19h, com 25% da capacidade total;
Cinemas, teatros, museus, eventos e convenções podem funcionar a partir deste sábado (24), das 11h às 19h, com controle de acesso, público sentado, assentos marcados e 25% da capacidade;
Academias, clubes e centros esportivos podem funcionar a partir deste sábado (24), das 7h às 11h e das 15h às 19h, apenas para atividades físicas individuais agendadas, com 25% da capacidade total.
VÍDEOS: assista às reportagens da região
Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí