Promotoria de Justiça investiga superlotação de pacientes com Covid nas UPAs e PAs de Marília


Através do procedimento instaurado, a promotoria cobra da gestão municipal e estadual informações sobre a atual situação do atendimento médico de pacientes com a doença na cidade. UPA de Marília improvisou sala com respiradores para atender pacientes com Covid-19
Reprodução/TV TEM
A Promotoria de Justiça instaurou um procedimento preparatório para inquérito civil com o objetivo de apurar a superlotação de pacientes com Covid-19 nas UPAs e PAs em Marília (SP).
O promotor de Justiça de Saúde Pública da cidade, Isauro Pigozzi Filho, encaminhou o ofício à gestão municipal e estadual solicitando informações sobre a atual situação do atendimento médico de pacientes com Covid-19 na UPA da zona norte e no PA da zona sul.
UPA de Marília improvisa sala com respiradores para atender pacientes com Covid que aguardam leitos
Segundo o promotor, desde o início da pandemia, a promotoria vem trabalhando em três frentes: distanciamento social e regramentos impostos pelas autoridades sanitárias competentes; tratamento dos pacientes, ofertado pela rede pública; e vacinação.
Essas questões são acompanhadas pela promotoria, que fez uma reunião virtual na quarta-feira (14) com o gestor municipal e estadual, prestadores do município vinculados aos gestores e representantes da UPA e PA.
Promotoria de Justiça investiga superlotação de pacientes com Covid em Marília
Na reunião, a promotoria informou que foram pontuadas situações e solicitadas estratégias ao gestor municipal, entre elas a indicação de um local adequado para o atendimento à população, que está aguardando vagas pela Cross junto às UPAs e PA.
Também houve solicitação ao Hospital das Clinicas a respeito da viabilidade da execução e disponibilização imediata dos leitos de UTI para melhoria dos fluxos de atendimento.
Em nota, a Prefeitura de Marília informou que houve um aumento no movimento, mas que todos os pacientes estão sendo atendidos na cidade.
Já a Unimar, que administra a UPA da zona norte, afirmou que houve um aumento substancial no movimento, incluindo uma ampliação no atendimento, com uma área de observação clínica que passou para atendimento da Covid-19.
Covid-19 em Marília
Marília soma 401 mortes por Covid
Prefeitura de Marília/Divulgação
Nesta quinta-feira (15), Marília ultrapassou a marca de 20 mil casos de coronavírus. São 20.278 pessoas que contraíram a doença, ou seja, 8,5% da população mariliense, estimada em 238 mil pessoas, segundo o IBGE.
Marília também ultrapassou a marca de 400 mortes por Covid. Já foram contabilizados 401 óbitos em decorrência da pandemia, sendo que, somente no mês de abril, são 86 vítimas da doença.
VÍDEOS: assista às reportagens da região
Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília