Prefeito de Botucatu revoga decreto que restringia atividades e tira cidade da fase vermelha


Mário Pardini (PSDB) justificou em suas redes sociais que ampliação de leitos e bons indicadores epidemiológicos permitiram decisão que reabre comércio e serviços como bares e restaurantes. Comércio central de Botucatu é um dos setores que poderá reabrir suas portas com decisão do prefeito
TV TEM/Reprodução
O prefeito de Botucatu (SP), Mário Pardini (PSDB), usou suas redes sociais para anunciar neste domingo (7) a decisão de revogar o decreto municipal publicado no último dia 25 de janeiro que restringia várias atividades comerciais na cidade. Com isso, essas atividades poderão voltar a funcionar a partir desta segunda-feira (8).
O decreto revogado por Pardini oficializava as regras da fase vermelha do Plano São Paulo para a qual Botucatu havia sido rebaixada por pertencer ao Departamento Regional de Saúde (DRS) de Bauru.
Como o DRS-6 de Bauru foi mantido na fase vermelha na reclassificação anunciada pelo governo de SP na última sexta-feira (5), a decisão de Pardini, na prática, significa uma flexibilização por conta própria promovida pelo Executivo de Botucatu.
Confira os números da pandemia de Covid-19 no centro-oeste paulista
Botucatu, que pertence ao DRS de Bauru, foi mantida na fase vermelha do Plano São Paulo na última sexta-feira (5)
Reprodução/Plano São Paulo
Para justificar sua decisão, o prefeito destacou a melhora nos indicadores epidemiológicos da cidade, principalmente pelo reforço no número de leitos anunciado pelo governo de SP para cidades da região. (Veja todas as justificativas no decreto de revogação)
“O esforço de toda a população e as medidas de restrição de circulação, somadas à ampliação do número de leitos conquistada ao longo desta última semana, foram fundamentais para que possamos iniciar uma nova transição, com a retomada das atividades consideradas não essenciais de maneira segura e responsável”, disse Pardini em sua postagem.
O prefeito também ressaltou o bom desempenho de Botucatu no programa de vacinação e também no de testagem, além da fiscalização aos infectados, como fatores que contribuíram para sustentar a decisão de tirar a cidade da fase vermelha.
Gráficos apresentados pelo prefeito de Botucatu mostram bons indicadores da cidade em relação a mortalidade e letalidade
Reprodução
“Avançamos com o programa de imunização, vacinando os idosos acima de 90 anos de idade e já na próxima semana iniciaremos a vacinação dos idosos acima de 85 anos. […]. Temos um dos maiores e mais eficientes programas de testagem do Brasil, o que faz com que diagnostiquemos mais”, explicou o prefeito.
O prefeito também apresentou dados epidemiológicos que sustentam o que ele considera uma boa situação da cidade para poder retomar as atividades comerciais de forma presencial.
Entre eles, cita o prefeito, está o fato de Botucatu ter o quinto melhor índice de mortalidade por 100 mil habitantes e a terceira menor letalidade em todo estado, segundo ele.
Com a revogação, fica liberado o atendimento presencial ao público em shoppings e no comércio, além do consumo local em restaurantes, padarias mercearias e congêneres. A prefeitura não informou se editará um decreto detalhando as novas regras.
Veja mais notícias no G1 Bauru e Marília
Confira mais notícias do centro-oeste paulista: