Moradores de Botucatu falam sobre vacinação em massa contra Covid: 'Muita emoção'


Cidade foi escolhida para participar de estudo inédito do Ministério da Saúde sobre a eficácia da vacina de Oxford/AstraZeneca e toda a população adulta será imunizada. Objetivo é vacinar 80% do público-alvo neste domingo, com a estrutura das eleições do ano passado. Moradora de Botucatu recebe vacina contra Covid
Fernando Savioli/TV TEM
“É emocionante. É uma expectativa que a gente criou ao longo de muito tempo. É bom pra gente e pra cidade também.”
A fala do assistente administrativo Diego Fernando Vieira, que se voluntariou para ajudar na organização da vacinação em massa em Botucatu (SP), resume o sentimento de grande parte dos moradores da cidade neste domingo (16).
O município está sendo palco de um estudo inédito do Ministério da Saúde sobre a eficácia da vacina contra cepas do coronavírus. Na pesquisa, toda a população adulta da cidade será imunizada e o objetivo da prefeitura é vacinar 80% do público-alvo já neste primeiro dia de vacinação.
AO VIVO: Acompanhe a vacinação em massa contra a Covid em Botucatu
Entenda como será o sequenciamento genético das variantes do coronavírus
Imobiliárias registram aumento de mais de 70% na procura por aluguel de imóveis
Moradores de Botucatu tomam vacina contra Covid em ginásios e locais de votação
Para isso, foi montado um esquema que transformou os 45 locais de votação utilizados para as eleições de 2020 em pontos de vacinação, e 2,5 mil pessoas estão trabalhando como voluntárias no esquema. (Veja abaixo como está funcionando)
“Eu acho que cada um tem que fazer sua parte nesse momento de grande dificuldade da cidade. […] E é muito trabalho, a gente chegou aqui em torno das 5h30 e vamos até as 18h”, continua Diego.
Voluntário na organização da vacinação toma dose da Oxford/AstraZeneca em Botucatu
TV TEM/Reprodução
Durante a vacinação, os moradores de Botucatu também podem doar alimentos quando forem tomar a sua dose da Oxford/AstraZeneca. Caminhões estão espalhados pela cidade para arrecadar os mantimentos, que serão encaminhados para entidades e distribuídos para famílias carentes.
Para a advogada Fábia Chava de Oliveira Torres, que também tomou a vacina neste domingo (16), a doação é uma forma de retribuir e agradecer pelo estudo que está sendo feita na cidade.
Fábia fez doação antes de se vacinar contra Covid em Botucatu
TV TEM/Reprodução
“Tem muita gente precisando, então antes de entrar na fila, eu vim primeiro deixar minha doação no caminhão. Hoje eu acordei e só quis agradecer, então achei que a primeira forma seria deixar minha doação […] espero que seja recorde de doação”, afirma Fábia.
O dia também foi marcante para a moradora Selma Cristina dos Santos, que chegou até a se emocionar quando recebeu a primeira dose da vacina. “É muita emoção. Glória a Deus e que venha logo dia 8 de agosto para tomar a segunda dose”, disse.
Moradora se emociona ao tomar dose da vacina contra Covid em Botucatu
TV TEM/Reprodução
Já a auxiliar administrativa Silvia Regina Americo Maschette até quis registrar o momento com uma selfie.
“É uma espera de tanto tempo. Eu trabalho na área da saúde, mas como sou da parte administrativa, até o momento não tinha sido liberado, mas a espera era grande. A vontade de estar com a família e que esse vírus vá embora não tem explicação”, admite.
Moradora fez selfie para registrar vacinação contra Covid em Botucatu
TV TEM/Reprodução
80 mil doses
As 80 mil doses da vacina de Oxford/AstraZeneca que estão sendo utilizadas para a vacinação em massa chegaram à cidade no inicio da tarde desta quinta-feira (13).
Elas saíram de um galpão do Ministério da Saúde, em Guarulhos, e o caminhão foi escoltado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) até a Secretaria de Saúde da cidade.
Botucatu recebe 80 mil doses da Oxford/AstraZeneca para vacinação em massa neste domingo
Gabriela Prado/TV TEM
Os imunizantes ficaram armazenados em refrigeradores com temperaturas entre 2 ºC e 8 ºC, e a Guarda Municipal e a Polícia Militar fizeram a segurança das vacinas 24 horas por dia.
As Forças de Segurança de Botucatu também montaram um esquema para o dia da ação, e todo o efetivo dos policiais civis, militares e GCMs está nas ruas neste domingo (16). Segundo a polícia, se alguém apresentar documento falso para tomar vacina será responsabilizado criminalmente e, dependendo da situação, pode ser preso em flagrante.
Doses da vacina contra Covid ficarão armazenadas em refrigeradores em Botucatu
Gabriela Prado/TV TEM
Como está funcionando
A ação de vacinação deste domingo (16) tem o apoio da Justiça Eleitoral, da OAB Botucatu e do Ministério Público.
Aqueles que tiverem comprovante de endereço e cadastro eleitoral válido (título de eleitor) podem receber a vacina no mesmo local em que votaram na última eleição (mesma escola e mesma seção eleitoral). Ao todo, são 45 pontos de votação cadastrados na Justiça Eleitoral.
Já as pessoas que não têm título de eleitor em Botucatu, mas têm comprovante de endereço na cidade, são vacinadas em quatro ginásios da cidade:
Complexo Esportivo Heróis do Araguaia, no Jardim Iolanda;
Ginásio Paralímpico, ao lado do Ginásio Municipal de Esportes, no Bairro Alto;
SESI, da Cohab 3 (entrada pelos campos de futebol);
Escola Francisco Marins, em Rubião Júnior.
A vacinação está sendo realizada em horários diferentes para cada grupo com o intuito de evitar aglomerações e a prefeitura orienta que todos compareçam aos pontos de vacinação sem acompanhantes.
Às 6h, as doses saíram da Secretaria de Saúde de Botucatu e foram distribuídas nos locais de vacinação. A partir das 7h, começou a imunização dos 2,5 mil voluntários e, às 8h, do público em geral:
Moradores com idades entre 51 e 60 anos: das 8h às 10h30;
Moradores com idades entre 41 e 50 anos: das 10h30 às 13h;
Moradores com idades entre 31 e 40 anos: das 13h às 15h30;
Moradores com idades entre 18 e 30 anos: das 15h30 às 18h.
Ministro da Saúde aplica vacina contra Covid em moradora de Botucatu
O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, foi até a EMEF Cardoso de Almeida, um dos pontos de aplicação da vacina, por volta das 8h20.
Ele chegou sob gritos de “Fora, Bolsonaro” de um grupo de manifestantes que estavam concentrados na prefeitura – em frente ao colégio.
Para marcar o início da imunização, Queiroga aplicou a vacina de Oxford/AstraZeneca na aposentada Suze Helena Crespam, de 58 anos.
O que precisa fazer/levar
Cadastro no site Vacina Já (basta clicar no botão “população geral”, inserir o código de segurança e preencher o cadastro);
Apresentar no ato da vacinação título de eleitor (a Justiça Eleitoral verificará, no momento da apresentação do munícipe na seção eleitoral, se o título pertence àquela seção e se o mesmo é válido), documento oficial com foto, que conste o número do CPF original (RG ou CNH ou passaporte), comprovante de endereço em seu nome, original, datado de outubro, novembro ou dezembro de 2020, ou janeiro, fevereiro, março de 2021;
Não serão aceitos documentos impressos da internet, apenas documentos originais enviados pelas instituições ou aplicativos de celulares. Serão apenas aceitos comprovantes de endereço de concessionárias de água, luz e telefone e comprovantes de endereços de bancos;
Cônjuges poderão apresentar comprovante de endereço de seu cônjuge, desde que acompanhado de certidão de casamento (original, registrado em cartório e datado até 31 de março de 2021) ou contrato de união estável (original, registrado em cartório e datado até 31 de março de 2021) ou ainda declaração de acordo (modelo disponibilizado na internet e que ficará retida);
Filhos poderão apresentar comprovante de endereço de seus pais, desde que comprovem a filiação com documento oficial (RG ou CNH ou passaporte).
Quem não deve tomar vacina neste domingo
Moradores que se enquadram nas regras do Dia “D”, mas não estiverem em Botucatu na data da vacinação em massa;
Moradores que se enquadram nas regras do Dia “D”, mas tomaram a vacina da gripe (H1N1) em um período inferior a 15 dias da data de vacinação em massa;
Pessoas que não se enquadram nas regras do Dia “D”;
Moradores que tiveram Covid-19 no prazo de 30 dias antes vacinação.
Essas pessoas devem se cadastrar no site Vacina Já até o dia 16 de maio (clicar no botão “população geral”, inserir o código de segurança e preencher o cadastro); e também se cadastrar no “pré-cadastro vacinal” da prefeitura (clicar no banner da vacinação em massa e preencher o cadastro).
No dia 17 de maio, a prefeitura vai informar essas pessoas sobre o procedimento que deverão fazer para serem imunizados entre os dias 18 e 22 de maio.
Os universitários que moram na cidade, mas não têm comprovante de endereço em seu nome, também serão imunizados, mas em uma ação exclusiva que ainda não tem data definida.
*Com informações de Gabriela Dias, Gabriela Prado e Adolfo Lima/TV TEM.
VÍDEOS: assista às reportagens da região

Veja mais notícias da região do G1 Bauru e Marília