Marília inicia vacinação contra Covid de mais de 2 mil funcionários do HC nesta terça-feira


Cidade foi a segunda do centro-oeste paulista a receber as doses na noite desta segunda-feira (18). Botucatu recebeu a Coronavac no fim da tarde e vacinou 120 pessoas no primeiro dia. Bauru deve receber as doses nesta terça-feira. Vacinas chegam no Hospital das Clínicas em Marília
TV TEM/ Reprodução
Os 2,6 mil funcionários do Hospital das Clínicas de Marília começam a receber nesta terça-feira (19) as doses da vacina Coronavac, que chegaram na cidade na noite desta segunda-feira (18). O início da vacinação está previsto para às 13h no HC com o ato simbólico da primeira pessoa vacinada na cidade. A cerimônia deve ter a presença do governador de São Pauos, João Doria (PSDB).
HC de Marília começa vacinação de funcionários contra a Covid nesta terça-feira (19)
Foram enviadas para Marília 2.680 doses da vacina, o que dá para imunizar todos os funcionários do complexo que administrado pela Famema e é referência no tratamento da Covid-19 na região. A vacina chegou em um caminhão sob forte chuva que atingiu a cidade na noite desta segunda.
O transporte até o HC contou com esquema de segurança reforçado. As doses foram recebidas pela diretoria do hospital e também por membros da prefeitura.
Marília recebeu suas primeiras doses da CoronaVac no início da noite desta segunda-feira (18)
Alcyr Netto/TV TEM
A transferência das vacinas até o interior da unidade foi rápida, para evitar qualquer problema com a temperatura dos imunizantes. As doses estão armazenadas em um refrigerador sob temperatura entre 2°C e 8°C.
O programa de imunização com a CoronaVac começa depois de Marília publicar decreto com as regras da fase vermelha do Plano São Paulo, a mais restritiva. Nesta terça-feira (19), os leitos de UTI na rede pública estão com 100% de ocupação.
Marília começa a vacinar profissionais da saúde do HC nesta terça-feira
Confira os números da pandemia de Covid-19 no centro-oeste paulista
A prefeitura de Marília montou um plano municipal de imunização. O primeiro grupo vacinado será composto por profissionais de saúde e idosos acima dos 75 anos.
Depois será a vez das pessoas acima dos 60 anos. O terceiro grupo será de pessoas com comorbidades, e o quarto formado por professores, agentes de segurança e membros do sistema prisional. Um público de cerca de 65 mil pessoas.
Primeira vacinada no centro-oeste paulista
Lote de vacina CoronaVac chega ao Hospital das Clínicas de Botucatu
Pedro Zacchi/TV TEM
Botucatu foi a primeira cidade da região a receber as doses da vacina. As 4,4 mil doses da Coronavac chegaram na cidade por volta das 16h50. A técnica de enfermagem Jacilene Rosa de Lima Almeida, de 40 anos, foi a primeira pessoa do centro-oeste paulista a receber em solo brasileiro a dose inicial da vacina contra a Covid-19.
Ela se emocionou ao se lembrar do marido, que morreu por complicações da Covid-19. “Estou emocionada por ser a primeira a receber essa vacina porque estamos em uma guerra na qual a gente se perguntava quando ia acabar. Confesso que estou com meu coração muito emocionado pelo fato de que nesta terça-feira faz 6 meses que perdi meu esposo de 43 anos para doença. Tenho dois filhos que me dão grande força, mas eu agradeço a equipe do HC.”
Técnica de enfermagem que perdeu marido pela Covid é a primeira vacinada do centro-oeste paulista
Pedro Zacchi/TV TEM
A aplicação aconteceu durante solenidade realizada nesta segunda-feira no Hospital das Clínicas, que assim como o HC de Marília faz das seis unidades de saúde que foram listadas para receber as vacinas no estado de São Paulo no primeiro dia do programa. Segundo o HC, 120 dos 2,2 mil funcionários do hospital foram vacinados no primeiro dia.
Nesta terça-feira, a vacinação continua e a expectativa é que as aplicações sejam realizadas até às 21h para vacinar o maior número de pessoas possível.
Após chegada das vacinas em Botucatu, funcionários do HC se imunizam contra a Covid
Expectativa em Bauru
Em Bauru, maior cidade do centro-oeste paulista, as doses devem chegar nesta terça-feira (19), segundo anunciou a prefeita Suéllen Rosim no final desta tarde. Na cidade, o Hospital das Clínicas ainda é considerado um hospital de campanha e não é referência no tratamento da Covid-19.
O Hospital Estadual, que é referência, não é vinculado a nenhuma universidade que era um dos requisitos avaliados na escolha dessas seis unidades que vão receber as doses primeiro no estado. No entanto, a prefeitura está preparada para iniciar a vacinação assim que as doses chegarem.
Bauru vive expectativa da chegada das vacinas contra a Covid-19
Segundo o diretor do setor de vigilância epidemiológica da cidade, Ezequiel Santos, o público de profissionais de saúde que devem ser vacinados primeiro é de cerca de 17 mil pessoas. Ainda de acordo com o diretor, o plano de vacinação está praticamente definido aguardando apenas o cronograma de distribuição das vacinas e há possibilidade de haver vacinação em sistema drive-thru caso seja necessário.
Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília
Veja mais notícias do centro-oeste paulista:
: