Marília ganha nova unidade do projeto EcoEstação para coleta seletiva


A Avenida João Martins Coelho, na Zona Norte da cidade, foi o local escolhido para a instalação em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente. Em Marília, já são cinco ecopontos em operação e o projeto prevê novas unidades em todas as regiões da cidade
Prefeitura de Marília/Divulgação
Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, a Prefeitura de Marília instalou mais uma unidade de Ecoponto para coleta seletiva, desenvolvido pelo projeto EcoEstação, que cumpre a Lei Municipal 7851/2015, instalando Locais de Entregas Voluntárias (LEVs) para coleta de materiais recicláveis nas principais ruas e avenidas do município.
Desta vez, o local escolhido foi a Avenida João Martins Coelho, no cruzamento com a Avenida Guiomar Novaes, na Zona Norte da cidade, uma região estratégica de grande fluxo pessoas e veículos, além de se destacar como importante centro educacional, com diversas escolas, o que facilitará a promoção da educação ambiental sobre a importância da reciclagem entre os alunos.
De fácil acesso, a área abrange diversos bairros como Jardim Santa Antonieta, Jardim Renata, Jardim Primavera, Parque das Nações, Professora Liliana de Sousa Gonzaga, Jardim Julieta e Campina Verde.
O Ecoponto permite a entrega voluntária de materiais recicláveis, como papéis, plásticos, vidros e metais, em cumprimento às legislações vigentes e promove a inclusão social de catadores de materiais recicláveis. A ação contou com a participação da Polícia Militar Ambiental, Prefeitura de Marília, projeto Plantas e Peixes, cooperados do Projeto EcoEstação e moradores do bairro.
O gestor ambiental e chefe do Meio Ambiente, Cassiano Rodrigues Leite, responsável pela coordenação pública da ação, relata a importância da expansão do projeto.
“A instalação de Locais de Entregas Voluntárias (LEVs) está prevista no Plano de Gestão Integrado de Resíduos Sólidos, em que catadores podem solicitar espaços públicos para a fixação deste tipo de Ecoponto. Os interessados deverão requerer junto ao poder público, a participação nesta modalidade de coleta e serão responsáveis pela fabricação, instalação e manutenção dos Ecopontos, cabendo ao poder público a indicação e a permissão do uso da área a ser utilizada para instalação, além da fiscalização das atividades, evitando acúmulos de materiais. A retirada dos resíduos deverá ser realizada, no mínimo, três vezes por semana, e a limpeza é de responsabilidade dos cooperados”, afirmou Cassiano.
Este novo Ecoponto pertence ao projeto EcoEstação, coordenado pelo ativista ambiental Ademar Aparecido de Jesus, o Dema, e amplia para cinco o número de unidades instaladas no município.
O primeiro Ecoponto foi instalado na rua 9 de Julho, ao lado do Camelódromo, e uma segunda unidade foi instalada na avenida Tiradentes, na base da Defesa Civil. A terceira unidade foi instalada na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, esquina com a Rua Tupinambás. O quarto Ecoponto encontra-se na Avenida Maria Fernandes Cavalari, em frente à escola Chico Xavier.
“Agora, instalamos este na Avenida João Martins Coelho, zona Norte, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente e, percebemos que a participação popular é intensa, o que nos mantém motivados a dar sequência nestes trabalhos”, relata o ativista ambiental.
Segundo o ativista, está sendo concluída a construção de outras unidades, as quais serão instaladas seguindo o cronograma estabelecido pela prefeitura, que indicará a área adequada para instalação.
“Esperamos que a população participe destas atividades, que muito tem colaborado com o nosso meio ambiente, através da reciclagem e, principalmente, tem ajudado a sustentar famílias através deste trabalho digno e honroso, promovendo a inclusão social”, afirma Ademar.
Os Ecopontos recebem materiais recicláveis todos os dias da semana, em quaisquer horários, estando instalados em ruas e avenidas de grande fluxo e fácil acesso, permitindo a participação de toda população.
Mais informações poderão ser obtidas através dos telefones 3454-3400 e 3408-6700.
Quer saber tudo o que acontece na cidade? Confira mais notícias de Marília aqui.