Lençóis Paulista proíbe drive-thru e funcionamento do transporte público aos finais de semana

Cidade segue a fase emergencial do Plano São Paulo e adotou medidas ainda mais restritivas para conter a disseminação da Covid-19. Já Botucatu decretou fechamento até de serviços essenciais aos finais de semana. A prefeitura de Lençóis Paulista (SP) decidiu proibir o drive-thru de serviços não essenciais e o funcionamento do transporte público aos finais de semana para conter a disseminação da Covid-19 na cidade.
De acordo com a prefeitura, as novas regras tiveram orientação do Comitê de Combate à Covid-19 e têm validade para todos os estabelecimentos comerciais e de serviços, exceto padarias, farmácias, postos de gasolina, mercados e serviços de saúde humana e animal.
As medidas mais restritivas em Lençóis Paulista valem nos dois próximos finais de semana, das 20h de sexta-feira até as 6h de segunda-feira.
Segundo o decreto, poderão funcionar com atendimento ao público: hospitais, clínicas médicas veterinárias de emergência, farmácias, óticas, estabelecimentos e serviços de higiene e limpeza, hotéis, supermercados, padarias, feiras livres, açougues, postos de combustíveis, serviços de segurança em geral, serviços funerários, entre outros.
Já restaurantes, lanchonetes e o comércio em geral só poderão funcionar com atendimento por delivery. O sistema drive-thru e de retirada na porta estão proibidos.
Com o novo documento, também fica suspenso o transporte coletivo municipal e as atividades presenciais de ensino nas redes municipal, estadual e privada.
Botucatu
A prefeitura de Botucatu também publicou um decreto na noite de terça-feira (16) que restringe ainda mais o funcionamento das atividades comerciais, inclusive as consideradas essenciais, como os supermercados, nos dois próximos finais de semana.
Durante esse período, a prefeitura informou que a circulação de pessoas vai ser fiscalizada e quem estiver pelas ruas deverá justificar o motivo e apresentar documento.
Na região de Lins, também havia uma expectativa para um novo “lockdown”, mas os prefeitos optaram nesta quinta-feira (18) por seguir somente com as regras da fase emergencial do Plano São Paulo.
Veja mais notícias do G1 Bauru e Marília
VÍDEOS: Assista às reportagens da região