Hospitais de Marília suspendem cirurgias eletivas por falta de insumos


Na ABHU, procedimentos que precisam de UTI não serão realizados por 15 dias devido à falta de leitos, de sedativos para intubação e baixa remessa de oxigênio. Santa Casa pretende retomar cirurgias na segunda-feira (29). Hospitais de Marília suspendem cirurgias eletivas por causa da falta de insumos
Divulgação
A Santa Casa e a Associação Beneficente Hospital Universitário (ABHU) de Marília (SP) decidiram suspender as cirurgias eletivas por causa da falta de insumos nas unidades, reflexo do aumento das internações por Covid-19.
Na ABHU, a Unimar anunciou que as cirurgias eletivas que precisam de UTI estão suspensas por 15 dias devido à falta de leitos, sedativos para intubação e remessa baixa de oxigênio. Os outros procedimentos, que não precisam de UTI, seguem sendo realizados.
Segundo a associação, o hospital tem estoque kits de intubação para apenas uma semana e o prazo para regularização dos medicamentos é segunda-feira (29). A unidade também discute a possibilidade da criação de leitos de apoio.
Unimar suspende cirurgias eletivas para poupar recursos devido ao aumento de casos Covid
Já na Santa Casa, as cirurgias eletivas foram suspensas para evitar a falta de oxigênio e direcionar o produto para tratar casos de Covid.
O hospital disse que está com dificuldade para comprar insumos, como medicamentos para intubação, devido à alta demanda da pandemia, mas reforçou que até o momento não foi registrada falta de oxigênio.
A Santa Casa segue realizando procedimentos de urgência e emergência e disse que pretende retomar as cirurgias eletivas na segunda-feira (29).
Veja mais notícias no G1 Bauru e Marília
VÍDEOS: Assista às reportagens da região