Homem sofre fratura após queda de paraglider em Botucatu


Segundo os bombeiros, vítima de cerca de 40 anos caiu logo após decolar da rampa de Voo Livre na região da Cuesta. Queda foi de cerca de 10m de altura e o piloto foi resgatado com fratura no fêmur. Acidente aconteceu na Rampa de Voo Livre da Cuesta de Botucatu, local muito frequentado por turistas e praticantes de paraglider
Divulgação/Polo Cuesta/Arquivo
Um homem de cerca de 40 anos de idade sofreu uma fratura de fêmur após um acidente de paraglider em Botucatu (SP), na tarde desde domingo (7).
Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a corporação foi acionada por volta de 16h para o resgate de uma vítima nas proximidades da Rampa de Voo Livre, localizada na região da Cuesta.
Segundo informações dos bombeiros, o homem estava sozinho no paraglider, uma espécie de paraquedas com o qual é possível decolar do solo a partir de uma rampa em montanhas.
Logo após a decolagem, o velame do paraglider teria se fechado e o homem caiu no penhasco logo à frente da rampa, de uma altura aproximada de 10 metros.
Sete homens dos bombeiros trabalharam no resgate, que foi feito sem uso de técnicas de rapel porque havia uma trilha de fácil acesso entre a rampa e o local da queda.
Ainda segundo os bombeiros, o piloto do paraglider estava consciente e orientado, apenas com a fratura no fêmur. Ele foi levado pela Unidade Resgate dos Bombeiros até o pronto-socorro de um hospital particular de Botucatu.
Veja mais notícias no G1 Bauru e Marília
Confira mais notícias do centro-oeste paulista: