Encontro em Marília pretende acelerar obras de duplicação da BR-153


O projeto dá prioridade às obras do contorno de Marília para desafogar o trânsito no trecho urbano. As discussões entre o governo e a concessionária TransBrasiliana serão retomadas durante encontro, nesta terça-feira (9), com os representantes do “Movimento Duplicação da BR-153”, realizado na sede da Prefeitura de Marília, a partir das 10h. Essa é mais uma iniciativa para acelerar a autorização e início das obras de duplicação e modernização de uma das rodovias mais importantes do Brasil, a famosa BR-153.
O chefe de Executivo, Daniel Alonso, será o anfitrião do evento que deve contar com a presença de diversos prefeitos da região, além do deputado federal Capitão Augusto, líder da frente parlamentar que ajudou a acelerar o cronograma das obras, para a duplicação do trecho paulista da rodovia entre os municípios de Ourinhos e Jaci, passando por mais de 40 cidades, entre elas, Marília, Lins e São José do Rio Preto.
Dentro do projeto, já apresentado pela Concessionária TransBrasiliana, foi dada prioridade para as obras do contorno de Marília, o que desafogará até 70% do tráfego urbano, segundo declarou o prefeito municipal.
Dispositivo de início do Contorno de Marília/SP
Divulgação
Redução tempo de viagem
A BR-153/SP sofre descontinuidade no entroncamento com a SP-333, altura do km 230, início do trecho urbano de Marília. Tanto em sentido Sul quanto Norte, os usuários precisam acessar a SP-333 e a SP-294 (Rodovia do Contorno) para voltar à BR-153.
Como resultado, existe uma sobrecarga de tráfego, principalmente no trecho urbano de Marília. Em média, passam por este local mais de 20 mil veículos vindos das três rodovias que se interceptam no município. Veículos pesados, vindos da BR-153, misturam-se com o tráfego da rodovia do Contorno, além do tráfego urbano, aumentando o índice de acidentes, de severidade dos acidentes, prejudicando a fluidez do tráfego e a qualidade pavimento.
Dispositivo sobre a Rod. Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294)
Divulgação
Com a implantação do Contorno, que terá 34 quilômetros de extensão, com início no km 230 e término no km 268, próximo à praça de pedágio de Vera Cruz, o motorista não terá mais a necessidade de trafegar pelo trecho urbano, reduzindo o percurso em cinco quilômetros e seu tempo de viagem em 15 minutos, na média.
Além de maior segurança, conforto e fluidez do tráfego, os benefícios para o meio ambiente com a redução do consumo de combustível e da poluição no trecho urbano, serão sentidos por todos.
Dispositivo de saída do Contorno de Marília/SP
Divulgação
Projeto de implantação do contorno em números
Valor do investimento: Aproximadamente R$ 768 milhões
Extensão do Contorno: 34,056 quilômetros (do km 227,961 até o km 268,080)
Duração da obra: previsão de 7 anos (dois anos para desapropriações e licença ambiental e cinco anos para execução)
Quantitativo de Obras: Construção de dispositivos e viadutos (9), pontes (4), 3 km de pista com 3 faixas, travessias de fauna (10)
Geração de empregos: 540 diretos e 1,2 mil indiretos
Geração de impostos para Marília e região: R$ 63 milhões de tributos estaduais (ICMS), R$ 33 milhões em tributos federais (PIS, COFINS) e municipais (ISSQN).
Quer saber tudo o que acontece na cidade? Confira mais notícias de Marília aqui.