Decreto da fase vermelha fecha comércio, mas libera academias em Botucatu


Restaurantes, shoppings e comércio em geral só podem atender através de delivery e drive-thru. Clubes devem suspender atividades, mas academias podem funcionar em ambiente aberto e arejado. Botucatu publica decreto que endurece fase laranja e estabelece ‘toque de recolher’, comércio de Botucatu
TV TEM/Reprodução
A prefeitura de Botucatu (SP) publicou neste domingo (24) um decreto com novas regras para adaptar a cidade à fase vermelha do Plano São Paulo. As medidas passam a valer nesta segunda-feira (25).
Botucatu faz parte do Departamento Regional de Saúde (DRS) de Bauru, que foi rebaixado para a fase mais restritiva do Plano SP de flexibilização das atividades econômicas na quarentena do coronavírus nesta sexta-feira (22).
19ª atualização do Plano São Paulo
Reprodução
De acordo com o documento, está proibido o atendimento presencial do público em shoppings e no comércio, além do consumo no local em restaurantes, padarias mercearias e congêneres. Esses serviços só estão autorizados a funcionar por meio de delivery e drive-thru.
Ainda segundo o decreto, os clubes de Botucatu deverão suspender suas atividades. Já as academias estão liberadas para funcionar, desde que em ambiente aberto e arejado, respeitando as medidas de segurança e protocolos sanitários.
Prefeitura de Botucatu define regras da fase vermelha na cidade
O documento também determina que as empresas de transporte coletivo do município devem reforçar as linhas: 105 – Sesi/Vila Paulista; 108 – Maria Luiza/Centro; 204 – Cohab/Jardim Brasil e 205 – Cohab/Vila Paulista.
A partir desta segunda-feira, também fica suspenso o atendimento ao público nas repartições municipais, com exceção das Secretarias de Saúde, Segurança, Assistência, manutenção e limpeza Pública.
Os eventos de Carnaval também foram suspensos, e o decreto prevê que os dias 16, 17 e 18 de fevereiro sejam considerados dias úteis, com o funcionamento dos serviços. Os estabelecimentos que não cumprirem as regras do decreto poderão sofrer penalidades.
Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília
Veja mais notícias do centro-oeste paulista: