Ações ambientais em Marília protegem as nascentes


Em parceria com Conselho do Meio Ambiente, Departamento de Água e Esgoto e empresas como a CPFL, a prefeitura desenvolve ações para preservação e proteção das nascentes. Em parceria, a Prefeitura de Marília desenvolve ações para preservação e proteção das nascentes
Prefeitura de Marília/Divulgação
A gestão pública em Marília vem concentrando esforços para a ampliação das ações de preservação do meio ambiente, com o estabelecimento de parcerias e investimentos na educação e conscientização ambiental de crianças e adultos.
São diversas frentes que atuam com foco na preservação das nascentes, especialmente, fazendo o manejo e plantio corretos de espécies nativas no entorno das fontes de água doce. Com as melhorias e recuperação da mata nativa, o objetivo também é atrair e preservar a fauna característica da região, preservando o banco genético das espécies.
A prefeitura, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e de Limpeza Pública, em conjunto com a CPFL Energia, desenvolve ações para recuperação das nascentes, como extensão do “Programa Arborização + Segura”, firmado através de convênio, que visa substituir gradativamente as espécies inadequadas ao meio urbano, como Mongubas e Sibipirunas, por outras espécies nativas, evitando danos às estruturas urbanas como redes de água e esgoto, fiações e calçadas.
A prefeitura recebeu 115 mudas de espécies nativas variadas como Cedro do Brejo, Ipê Roxo, Ipê Amarelo, Grumixama, Pau-Brasil, Mutambo, Araçá-Amarelo, Ingá do Brejo, Café de Bugre, Pitanga, Uvaia, entre outras, que serão usadas para recomposição da mata ciliar e reflorestamento de área de preservação permanente existente no Jardim Montana 2.
Mudas doadas pela CPFL para o plantio no entorno da nascente, na zona Norte da cidade, no Jardim Montana II.
Prefeitura de Marília/Divulgação
Além disso, a CPFL oferece doação de mudas para compensações ambientais, que serão utilizadas no “Projeto Nascentes” de recuperação e preservação das nascentes urbanas em Marília.

O secretário do Meio Ambiente e de Limpeza Pública, Vanderlei Dolce, destaca a importância da parceria com a CPFL Energia, que faz um trabalho inédito na cidade identificando e desenvolvendo projetos e ações, considerando a necessidade individual de cada uma das nascentes, visando à proteção dos recursos hídricos.
“Sabemos da importância da água para a existência da vida no planeta e através destas ações oferecemos um meio ambiente mais equilibrado à nossa população, permitindo a preservação deste patrimônio às gerações futuras. Somos gratos à CPFL Energia pela parceria nas melhorias ambientais em nosso município”, disse Vanderlei Dolce.
Represa Cascata
Neste final de semana, a área no entorno da represa Cascata, uma importante fonte de recurso hídrico localizada na zona Leste do município, recebeu o plantio de espécies nativas para recuperação de mata ciliar. A ação desenvolvida pelo Conselho do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Departamento de Água e Esgoto (Daem) e a Prefeitura de Marília visa melhorar a cobertura vegetal como forma de proteger o corpo hídrico existente no local.
O presidente do Conselho, Vandir Pedroso, destaca a importância da ação realizada na área escolhida.
“O Conselho do Meio Ambiente tem a função de auxiliar o poder público nas questões que promovam melhorias ambientais. Apontamos os caminhos que consideramos necessários para desenvolver a sustentabilidade em nosso município e cobramos ações que recuperem áreas ou evitem degradações. Estamos organizados para ir além de reuniões mensais ou encaminhar ofícios. Praticamos ações que gerem impactos positivos ao meio ambiente, visando à promoção da sustentabilidade, no intuito de incentivar a população a realizar ações semelhantes, que tragam melhorias para a atual geração e deixe uma herança positiva para as gerações futuras”, afirmou Vandir.
As ações se concentraram na represa da Cascata e na zona Norte, com a limpeza do local e plantio de mudas nativas
Prefeitura de Marília/Divulgação
A química responsável pelo Tratamento de Água do Daem, Denise Rodrigues dos Santos Alves, explica o impacto da ação realizada.
“O mariliense sabe a importância que a represa da Cascata tem para a cidade e o Conselho do Meio Ambiente observou, coerentemente, a necessidade de intervenção neste ponto. Somando forças com o poder público, iniciou-se o maior reflorestamento já feito na área da represa, visando recuperar a mata ciliar e, como consequência, melhorar a cobertura vegetal. O Conselho Ambiental tem demonstrado grande apoio às ações ambientais em Marília e isso colaborou consideravelmente para destacar nosso município junto ao Programa Município Verde Azul em 2020,” explicou.
Wilson Hakamada, assessor da secretaria da Educação, enfatiza a importância desta ação também para propagação da Educação Ambiental em Marília.
“Esta ação de plantio demonstra diversos reflexos ao meio ambiente, quer seja na recuperação da mata ciliar, quer seja da melhoria florestal, e até mesmo na qualidade do ar, mas há de se pensar, também na Educação Ambiental proporcionada pela ação promovida pelo Cades, uma vez que o local é muito frequentado pela população e, assim, conseguimos demonstrar a importância da melhoria na arborização, a fim de proteger nossos recursos hídricos. Esperamos que inspire outras classes a realizarem ações semelhantes em novos locais e regiões diversas, visando melhorias na qualidade ambiental, beneficiando todos os moradores da cidade.”
Informações sobre ações ambientais poderão ser obtidas pelo telefone 3401-2000 ou 3454-3400.
Quer saber tudo o que acontece na cidade? Confira mais notícias de Marília aqui.